quinta-feira, 4 de maio de 2017

Palmeiras joga mal e classificação vai ser decidida na última rodada

04/05/2017 00:00
Palmeiras joga mal e classificação vai ser decidida na última rodada (Foto: STR)
O Palmeiras perdeu para o Jorge Wilstermann por 3 a 2, nesta quarta-feira, e deixou escapar a chance de garantir a classificação antecipada no Grupo 6 da Libertadores.
Com o resultado, o Palmeiras se mantém com 10 pontos e precisa buscar pelo menos um empate na próxima partida contra o Atlético Tucumán, dia 24 de maio, em pleno Allianz Parque, para se classificar para as oitavas de final.
Mas por conta da conta da confusão com jogadores do Peñarol, em Montevidéu, o time pode definir a vaga na próxima fase com chances de jogar com o estádio vazio.
O time foi denunciado pelo comitê disciplinar da Conmebol, mas o presidente do clube Maurício Galiotte já foi à sede da entidade para defender o clube.
- Apagão palmeirense -
Dentro de campo, o jogo começou agitado, com as duas equipes procurando atacar e buscar o primeiro gol. Róger Guedes chegou a balançar as redes para o Palmeiras com um voleio, mas estava impedido e o bandeirinha acertou ao anular. Na jogada seguinte, Alejandro Guerra quase fez um golaço de trás do meio de campo. A bola deu um voo rasante e tirou tinta da trave.
O Palmeiras insistia nas ligações diretas, mas o passe comprido não funcionava por conta da altitude de 2570 metros de Cochabamba, que acelera a velocidade da bola. Eduardo Baptista pedia troca de passes e jogadas pelo lado do campo.
Depois do ímpeto nos primeiros minutos, a partida começou a ficar embolada, com as duas equipes forçando a barra nos lançamentos. Só aos 35 minutos um dos times conseguiu buscar alternativa, que veio na bola parada.
Em cobrança de falta na intermediária, Omar Morales subiu livre na pequena área para cabecear para as redes e abrir o placar para o Jorg Wilstermann, depois de falha de marcação da defesa palmeirense, aos 35 minutos do primeiro tempo.
O gol animou os anfitriões, que chegaram com perigo na jogada seguinte, mas Prass fez bela defesa. Aos 40, em jogada similar, Cristhian Machado levou a bola até a intermediária e arriscou. O volante encheu o pé e a bola foi morrer no ângulo, sem chances para o goleiro.
Em cinco minutos, o Palmeiras cochilou e deixou o Wilstermann chegar com perigo e abrir 2 a 0. Antes do intervalo, o Palmeiras conseguiu diminuir o prejuízo com Guerra, aos 45 minutos. Depois de cobrança de falta de Dudu, Alex Silva cortou a bola pelo alto mas jogou para o meio da área. O venezuelano pegou de primeira e encheu o pé para estufar a rede.
- Sem brilho -
O gol no final do primeiro tempo foi importante para o Porco na volta do intervalo. Depois de sofrer um pequeno apagão, que resultou nos dois gols sofridos, a equipe voltou um pouco mais ligada e buscando o empate. Mas a pressão esperada não se concretizou e a equipe sofreu para criar alternativas ofensivas.
Eduardo Baptista colocou Borja no lugar de Willian e na primeira jogada do colombiano Róger Guedes deixou o atacante na cara do goleiro. O camisa 12 tentou por cobertura mas mandou para fora e nada mais fez.
Os bolivianos recuaram a equipe para tentar segurar a vantagem, abrindo espaço para os paulistas tocarem mais a bola. No entanto, o Palmeiras abriu muito o time e faltava mais proximidade entre o meio e o ataque, o que facilitava a marcação do adversário.
Esperando um vacilo dos visitantes para amplicar, o erro chegou aos 21 minutos da segunda etapa e o Wilstermann aproveitou. Depois de falha de Jean, Saucedo saiu livre na área para marcar e foi derrubado por Prass. Pênalti marcado, que Rudy Cardozo cobrou firme no meio para ampliar a vantagem, aos 23.
O Palmeiras contou com a sorte para voltar ao jogo. Depois de cruzamento de Keno pelo lado esquerdo, Cabezas cabeceou para trás como se fosse um centro-avante e marcou contra, aos 27 minutos. Mas o gol não incendiou o jogo e as estrelas alviverdes não brilhavam.
Nos acréscimos, o Palmeiras ainda conseguiu um gol com Vitor Hugo, mas o zagueiro recebeu passe em posição irregular e a classificação foi adiada para a última rodada.
O Wilstermann tem 9 pontos e viaja para enfrentar o eliminado Peñarol, no Uruguai. O Tucumán está em terceiro, com 7, e ainda sonha com a classificação no jogo em São Paulo.